Só você é a dona das suas dores

Uma coisa é certa: as pessoas só fazem com a gente aquilo que as permitimos que façam.
E outra coisa também é certa: isso não vai impactar só em você. É uma bola de neve. 

"Você é feita de trouxa, não se ama, não sabe dizer não, não sabe sair de tal situação, permite que fulano faça isso, continua no que te faz mal. Não dá pra não tomar suas dores, já que nem você faz isso". 
"Você não se ajuda e aí não tem como te ajudar".
"Você tem que ser mais você. Não tem como te defender se nem você quer isso".

Aí, minha amiga, chega num ponto que não tem como ninguém te ajudar mais. Todo mundo lava as mãos. Mesmo se depois você conseguir (uhuu) sair da bosta, é tarde demais, porque muita gente já levou na cara por você e você não deu valor a isso (quando nem você tava SE valorizando). Sim, a culpa é sua. Mas nem por isso você precisa conviver com ela pra todo sempre.

Ninguém nunca vai entender o que se passa com você além de você mesma. Não espere das pessoas isso. Só você sabe o que viveu, só você sabe dos seus sentimentos, do que se passa aí na caixola. O que a gente fala e conversa com as pessoas nem sempre é o que se passa de verdade no nosso coração ou pensamentos. Às vezes é pra agradar, pra manter uma amizade,  pra manter um amor, manter uma situação. Às vezes é simplesmente pelo fato de não ter forças e ter medo de sair daquela vida, porque o desconhecido sempre dá medinho. Às vezes é por não querer perder - pessoas, lugares, coisas, costumes. Ás vezes é por fraqueza. 

Não tenha medo. Vai ficar tudo bem. Só você é a dona das suas dores, só você sabe tudo de verdade que passa na sua vida e na sua alma. Só você, lá no fundo, por mais escondido que esteja e por mais difícil que seja de acreditar, sabe o que vai te fazer feliz. E se afastar de coisas, pessoas, lembranças pode ser dolorido num primeiro instante, mas extremamente compensador no futuro, pra você conseguir seguir em frente, dar um passo adiante, ter paz no coração e não olhar pra trás. Não ligue pra julgamentos, ligue pro que te faça bem. As coisas vem em vão. Dê espaço pro novo.

Acalma, tudo vai se ajeitar! Vão ter dias que você vai ficar triste, dias de deprê, dias de dúvidas. Mas não duvide nunca de você. Não duvide que foi pro seu bem. Não duvide do seu amor próprio, pois é dele que você precisa agora. Aprenda a ser feliz com você. Aprenda a se amar e a ser sua maior defensora, pois às vezes é só com você mesma que vai poder contar. Não fique se martirizando pelo que você não fez ou pelo que deveria ser feito. Não fique com peso pelo que/quem perdeu nesse caminho rumo à felicidade.

Levanta, sacode essa poeira, vá viver a vida, conhecer e ter novas experiências. Você mais que ninguém sabe que merece ser feliz. Tudo na vida é aprendizado. 
Beijas!