Filmes dos anos 90 que você deveria assistir - PARTE 1

E olha eu aqui novamente pra falar de FILMES! Dessa vez dos anos 90. E seguuuura que lá vem mais que os anos 80. hahaha
O legal de fazer essas listas é que, além de lembrar da história do filme (ótimo exercício pra memória), a gente acaba se lembrando da época em que assistia tal filme. Os amigos, a vida, a escola, a preocupação com o quê brincar mais tarde, etc.
E dica: Fazer listas assim com os amigos é melhor ainda! O bofe me ajudou a montar a lista e nos divertimos horrores lembrando dos filmes. Cada hora surgia um que era "inesquecível" e outros que nem lembrava.
Bora pra lista e morrer afogados na nostalgia?

1. Edward Mãos de Tesoura - 1990
Peg Boggs (Dianne Wiest) é uma vendedora da Avon que acidentalmente descobre Edward (Johnny Depp), jovem que mora sozinho em um castelo no topo de uma montanha, criado por um inventor (Vincent Price) que morreu antes de dar mãos ao estranho ser, que possui apenas enormes lâminas no lugar delas. Isto o impede de poder se aproximar dos humanos, a não ser para criar revolucionários cortes de cabelos, mas ele dá vazão à sua solidão interior ao podar a vegetação em forma de figuras ou esculpir lindas imagens no gelo. No entanto, Edward é vítima da sua inocência e, se é amado por uns, é perseguido e usado por outros. Esse filme é tão emocionante, tão bonito, tão legal, tão fofo que quando fui num bar aqui perto de casa com minhas amigas num feriado, estava passando na Sessão da Tarde e o povo foi chegando (homens, inclusive) e TODO MUNDO ficou vidrado na TV e ninguém pediu pra tirar. Quase uma sessão cinema no bar (seria uma boa ideia, né?).
Curiosidades: Tom Cruise, Jim Carrey e Robert Downey Jr. chegaram a ser considerados para o papel principal. Até o rei do pop, Michael Jackson se interessou pela vaga. Robert Downey Jr. ia acabar com a magia do Iron Man.

2. Lua de Cristal - 1990
Maria da Graça (Xuxa Meneghel) chega à cidade grande para morar com sua tia Zuleika (Marilu Bueno) e seus primos Mauricinho (Avelar Love) e Cidinha (Júlia Lemmertz). O trio vive atormentando sua vida, fazendo-a trabalhar incansavelmente na casa em que moram. Em meio aos problemas que têm em casa Maria da Graça conhece Duda, sua vizinha, e Bob (Sérgio Mallandro), um jovem desajeitado, que se tornam seus amigos. Bob consegue um emprego para Maria da Graça, que pode então realizar seu grande sonho: ter aulas de canto. Gente. Sérgio Malandro foi o príncipe da Xuxa. Fim. 
Brincadeira =). Uma das músicas mais inspiradoras na vida. Filme fofo demais. E todo sapo pode virar príncipe, basta acreditar.
Curiosidades: Este foi o 1º de 4 filmes em que a diretora Tizuka Yamasaki e a apresentadora Xuxa trabalharam juntos. Os demais foram Xuxa Requebra (1999),  Popstar (2000) e Xuxa em O Mistério de Feiurinha (2009). Ok, AMO O Mistério de Feiurinha SÓ porque é do Pedro Bandeira (ainda sonhando no dia que lançarão algum filme dOs Karas...).

3. A Família Addams - 1991
Os Addams, uma família macabra, correm o risco de perder seu tesouro de moedas de ouro, pois Tully Alford (Dan Hedaya), um advogado desonesto de quem os Addams são clientes, está em sérias dificuldades financeiras. Como os credores de Alford, Abigail Craven (Elizabeth Wilson) e o filho Gordon (Christopher Lloyd) estão dispostos a fazer qualquer coisa para receber o dinheiro, o advogado tem uma idéia ao notar que Gordon é muito parecido com Fester, o irmão perdido de Gomez Addams (Raul Julia). Assim, Gordon finge ser Fester para tentar encontrar a fortuna de Gomez, Mortícia (Anjelica Huston), Vandinha (Christina Ricci) e Pugsley Addams (Jimmy Workmen). Mas o plano não é tão simples como parece, pois os Addams são uma família bastante peculiar. Sempre quis uma mãozinha como amiga. Adorava o Tio Fester. Meu apelido por longos anos na escola foi Vandinha. Não, não sou traumatizada com isso.
Curiosidades: Inicialmente o diretor Barry Sonnenfeld não pretendia incluir no filme a música-tema da série de TV A Família Addams. A música apenas foi incluída após a reação positiva por parte do público que assistiu o trailer do filme.

4. Top Gang- Ases Muito Loucos - 1991
Sean "Topper" Harley (Charlie Sheen) é um piloto de avião bastante arrogante, principalmente porque deseja superar a fama do pai que era a de um piloto desastrado. Ele, então, é chamado para cumprir uma missão: Destruir as plantas nucleares de Saddam Hussein. Topper acaba por se envolver em um monte de confusões enquanto luta contra os terroristas e também contra o seu colega de trabalho, para saber quem fica com a mocinha no final. O que mais me lembro desse filme (além da galinha de olhos esbugalhados) é a garota da pinta na região da boca, tirando-a e colocando-a no Topper.
Curiosidades: O nome de Topper Harley vem de um modelo de moto da Harley-Davidson dos anos 60, a Harley Topper. 

5. Meu Primeiro Amor - 1991
Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky), uma garota de 11 anos, é obcecada com a morte, pois sua mãe morreu e seu pai, Harry Sultenfuss (Dan Aykroyd), é um agente funerário que não lhe dá a devida atenção. Vada é apaixonada por Jake Bixler (Griffin Dunne), seu professor de inglês, e no verão faz parte de uma classe de poesia só para impressioná-lo. Paralelamente é muito amiga de Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin), um garoto que é alérgico a tudo. Quando Harry contrata Shelly DeVoto (Jamie Lee Curtis), uma maquiadora para os funerais, e se apaixona por ela Vada se sente ultrajada e quer fazer qualquer coisa que estiver em seu poder para separá-los. Só consigo pensar na música My Girl. MUITO AMOR por esse filme.
Curiosidades: Por causa de uma cena em que os personagens de Anna Chlumsky e Macauley Culkin fazem um pacto de sangue a censura do Reino Unido insistiu que o filme trouxesse um aviso às crianças para prevenir a transmissão de HIV. 

6- A Morte lhe Cai Bem- 1992
Uma famosa atriz egocêntrica (Meryl Streep) rouba de uma aspirante a escritora (Goldie Hawn) o noivo (Bruce Willis) desta, um famoso cirurgião plástico. A noiva rejeitada se torna extremamente complexada e gorda, mas após 14 anos ela lança o livro "Eternamente Jovem" e, na noite de autógrafos, está mais linda do que nunca. Ela despertando a atenção de todos, principalmente da atriz que, sentindo-se cada dia mais velha, acaba indo se consultar com uma mulher sensual, bela e misteriosa (Isabella Rossellini), que tem uma poção da juventude que proporciona resultados inimagináveis. Ao bebê-la ela fica jovem outra vez e descobre que sua rival também é cliente da feiticeira. Inicialmente elas começam a brigar pelo médico, mas logo as duas estão preocupadas e, de certa forma, unidas contra um terrível efeito colateral. Eu não sei se é meu gosto peculiar por filme trash, mas ADORO esse filme. Adoro ver a mulher virando o pescoço e a outra levando um tiro no meio. Adoro vê-las se desintegrando. hahahahaha
Curiosidades: A data em que a personagem Helen Sharp bebe a poção da juventude, 26 de outubro de 1985, é a mesma data referente ao presente do filme De Volta Para o Futuro, também dirigido por Robert Zemeckis.

7. A Família Buscapé - 1993
Jed Clampett (Jim Varney) decide se mudar do interior do Arkansas para a luxuosa cidade de Beverly Hills, na Califórnia, quando se torna um bilionário após encontrar petróleo. O caipira ingênuo leva toda sua família para a cidade grande, onde, diante daquele choque cultural, passa a procurar uma esposa. Filme divertidíssimo e eu adoro o dog deles.
Curiosidade: O filme arrecadou 9,525,375 milhões de dólares em seu primeiro fim de semana.

8. Free Willy - 1993
Jesse (Jason James Richter) é um menino que perdeu os pais muito cedo. Ele costumava saltar de orfanato em orfanato, até que passou a viver nas ruas. Numa noite, ele e seu amigo Perry (Michael Bacall) são flagrados pelo policial Dwight (Mykel T. Williamson) pixando um parque local. Apesar da situação, o agente de policia simpatiza com Jesse e o apresenta para Glen e Annie Greenwood (Michael Madsen e Jayne Atkinson) que irão adotar o garoto. Parte da punição por sua pequena infração envolve limpar a sujeira que ele fez no parque e é lá que Jesse conhece Willy, uma orca que está sendo treinada para ser a atração especial do local. No entanto, Willy não responde bem ao adestramento. Ela foi roubada de sua família por um pescador mercenário e ainda está traumatizada. Jesse e Willy desenvolvem uma estreita ligação emocional. Só que o dono do parque não está satisfeito com o desempenho de Willy e calcula que a orca vale mais viva do que morta. A partir daí Jesse fará de tudo para salvar o animal e devolvê-lo para o oceano. Filme bem emocionante. Não sou muito de curtir filme com animais, mas esse é um dos que me conquistaram.
Curiosidades: Keiko, a baleia-assassina usada neste filme, morreu dia 12 de dezembro de 2003, após contrair uma pneumonia. O mamífero morreu na Noruega, aos 27 anos de idade.

9. Jurassic Park - 1993
Um parque construído por um milionário (Richard Attenborough) tem como habitantes dinossauros diversos, extintos a sessenta e cinco milhões de anos. Isto é possível por ter sido encontrado um inseto fossilizado, que tinha sugado sangue destes dinossauros, de onde pôde-se isolar o DNA, o código químico da vida, e, a partir deste ponto, recriá-los em laboratório. Mas, o que parecia ser um sonho se torna um pesadelo, quando a experiência sai do controle de seus criadores. Ok que biologicamente algumas coisas não são impossíveis no filme, mas acho sensacional a animação inicial mostrando todo o processo da criação dos dinossauros. E era só eu que morria de medo dos velociraptors mais que do T-Rex (when you're upset just imagine a T-Rex trying to make a bed)?
Curiosidades:  No livro Parque dos Dinossauros, de Michael Crichton, o personagem John Hammond anuncia orgulhoso que o guia turístico do parque é o ator Richard Kiley, conhecido nos Estados Unidos. No filme, o diretor Steven Spielberg convidou o próprio Kiley para interpretar a si mesmo nesta cena. 

10. O Jardim Secreto - 1993
No início do século XX, Mary Lennox (Kate Maberly) vivia na Índia com seus pais, que não lhe davam muita atenção. Porém um estouro de elefantes os mata e, seis meses depois, Mary desembarca em Liverpool, na Inglaterra, para viver com Lorde Archibald Craven (John Lynch), seu tio, na mansão Misselthwaite, uma construção feita de pedra, madeira e metal na qual existem segredos e antigas feridas. Mary estava assustada naquele solar com várias dezenas de quartos e era incrivelmente mimada, pois lhe desagradava a idéia de vestir suas roupas, já que na Índia isto era tarefa de suas aias. A mansão é administrada pela Sra. Medlock (Maggie Smith), uma rigorosa e fria governanta. Lorde Craven perdeu a mulher há dez anos e nunca mais conseguiu superar a tragédia. Para piorar Colin Craven (Heydon Prowse), seu filho, também sobre de extrema apatia, sempre recolhido no seu quarto. Mais uma vez negligenciada, Mary passa a explorar a propriedade e descobre um jardim abandonado. Entusiasmada com a descoberta, Mary decide restaurar o lugar com a ajuda do filho de um dos serviçais da casa, conquistando assim a atenção do primo doente. Juntos eles desafiam as regras da casa e o velho jardim se transforma em um lugar mágico, cheio de flores, surpresas e alegria. O jardim secreto é um lugar fantástico onde não existe tristeza e arrependimento, um lugar onde a força da amizade pode trazer de volta a beleza da vida. Jamais me cansarei de ver esse filme. Adoro filmes de amizade e com histórias emocionantes e crianças atrevidas. AAAAAAND tem a Professora Minerva McGonagall (Maggie Smith) e isso já basta pra querer ver o filme. *_____*
Curiosidade: O filme é uma adaptação do romance homônimo, de Frances Hodgson Burnett. O livro foi publicado em 1911 e a primeira versão cinematográfica é de 1919. Burnett também é autor da obra que originou A Princesinha (1995). Uma continuação do filme foi lançada em 2001: Back to the Secret Garden. Não me esqueci dA Princesinha. Aguardem o próximo post ;)

Agora quero saber: qual o seu preferido?
Já tô louca querendo assistir um monte que tá aí na lista.

Pra quem não viu ainda a lista de filmes dos anos 80 que você deveria assistir: Cliquem em: Parte 1 e Parte 2.

Beijas!


(Pesquisa feita no site: www.adorocinema.com)