5 Dicas Para Você Restaurar Seu Cabelo em Tempo Recorde!

Tenho uma longa história  de amor e ódio como meu cabelo. Tô até pensando em contar em um vídeo. Se alguém vai ter saco pra assistir é oooutros quinhentos...
Mas, enquanto isso não acontece e com os erros e acertos que tive na minha vida capilar, decidi colocar aqui algumas dicas pra você que ama cabelo hidratado, macio, sedoso, brilhante....ou que simplesmente fez uma baita cagada nele e não tem grana pra ir toda semana fazer aquela mega power ultra hidratação no salão (essa sou eu!). Não sou expert em cabelo, mas sou no meu. As dicas aqui não significam que vão funcionar no seu cabelón, mas não custa nada tentar!

1 - Evite usar produtos à base de queratina (exceto no salão de CON-FI-AN-ÇA)
A gente quando tá com o cabelo dodói quer que o trem conserte o mais rápido possível, minto? Não, não minto. Manjo dessas coisas até porque perdi as contas de quantas vezes estraguei meu hair. A queratina (seja líquida, em kits de cauterização pra você mesma aplicar ou até creme de hidratação) quando usada em grande quantidade tem o efeito inverso e se seu cabelo está completamente mal, todo cuidado é pouco! Se você usar uma quantidade acima do ideal no cabelo fragilizado, ele pode ficar duro e quebradiço. Tudo que é demais, estraga.

2 - Compre várias máscaras hidratantes boas
Cabelo vicia e PENSO que isso seja conhecimento geral. Se não, aquele produto babado que você ama e não vive sem, usado todo santo dia, por muito tempo, vai deixar de fazer aquele efeito. Minha dica é você comprar, no mínimo, dois ou três tipos de creme de hidratação e hidratar de duas a três vezes por semana (se quiser potencializar o resultado, coloque uma colher de chá de azeite em uma das aplicações. O cabelo fica super macio!). Usei muito creme BB (bom e barato) na faixa de 12 a 30 dilmas. Quer dicas de marcas? Elseve, Boticário e Natura (lembrando que cada cabelo dá certo com um e tô indicando os que deram certo no meu) próprios para restauração do bad hair.  Os shampoos e condicionadores aconselho fazer a mesma coisa (comprar dois ou três diferentes) e intercalar durante as lavagens. 

3 - Evite toda e qualquer química no seu cabelo enquanto ele não estiver com um aspecto saudável.
Depois do estrago, a única química (entende-se por química: tinturas, progressivas, hidratações com formol e derivados) que passei fui obrigada foi uma tintura mais próxima da cor da minha raiz. E só passei porque meu cabelo tava bem loiro e como ele cresce muito rápido, ia ficar horroroso e não sou obrigada, né? Então, passei uma tinta da Vitaderm NO SALÃO (ela super hidrata o cabelo e já me salvou outras vezes), meu cabelo ficou castanho escuraço e segui a minha vida de restaurá-lo com inúmeras hidratações e MUITA paciência.

4 - Não tenha medo da tesoura e abuse do diferente
 Na última vez que estraguei meu cabelo, eu tive que TOSÁ-LO. Literalmente. Eu não ligo de cortar, mas quando é algo que você faz por obrigação, nossa. Dói no coração, viu? Mas cortei. Tive que cortá-lo devido à uma progressiva super mal-feita que estragou completamente meu cabelo já curto. Mas não pensem que é só cortar uma vez e depois nunca mais, não! Tem que cortar sempre pra parte ruim sair (no meu caso). O lance é aproveitar os tamanhos que seu cabelo! Fazer cortes diferentes, repicá-lo mais, outra vez deixá-lo mais reto. Enfim, inovar! Não dá pra ficar chorando por cabelo o resto da vida também, né?


5 - O barato sai caro pra kawaca. Pare de pular de salão em salão e encontre um bom, de confiança e que o (a) cabeleireiro (a) seja sincero (a) com você.
Se não foi por ansiedade e loucura minha, várias das cagadas que já fiz no meu cabelo foi culpa de profissionais ruins. Um salão caro não é sinônimo de que seu cabelo ficará igual o da Gigi Bündchen. Procure informações, feedbacks, converse com amigas, procure indicações! A única vez que fui num salão caro e deu certo foi quando fiz uma californiana que o resultado não foi o esperado e meu cabelo quebrava até com o vento. Fui lá, fiz uma cauterização que, OMFG, meu cabelo saiu de lá completamente outro e lindo. Mas, de qualquer forma, informe-se, pois você pode não ter essa mesma sorte!


Seguindo esses passos e dependendo do estrago feito no seu cabelo, você consegue restaurá-los em pouquíssimo tempo. 
No caso da progressiva, em três meses meu cabelo já estava com um aspecto super macio e brilhante (mas as fotos acima foram tiradas ao longo de um ano, mais ou menos)! Hoje eu faço luzes no cabelo de dois em dois meses aproximadamente e hidrato no salão só no dia. Meu cabelo fica bem ressecado, mas com um mês eles já está bem melhor e um aspecto beeeeeeeeem mais saudável!

Espero ter ajudado você, diva, que tá aí louca com esse cabelón!
Beijas!