acostumada

Eu me acostumei com você.
De uma forma boa, de uma forma inquietante, de uma forma pulsante.
Eu me acostumei com a calma que seu abraço me traz.
Num abraço forte, de sentir sua respiração intensa e perceber seu rosto tranquilo.
Com suas mãos na minha.
Me conduzindo, me levando, me acompanhando.
Com seu olhar.
Apaixonado, carinhoso, cuidadoso, preocupado.
Com seu bom dia.
De começar o dia, de querer saber, de me ouvir.
Com sua voz.
"Linda", "Amor", "Te amo", "O que você quer comer?"
Com seu sorriso - ah, seu sorriso...
Largo, atraente, sincero, feliz.
Com as conversas.
Às vezes sérias, às vezes divertidas, às vezes nostálgicas.

Me acostumei com a forma que você me traz paz.
Uma paz energética, de fazer querer ser melhor, um olhar pra fora de mim.
Me acostumei com seu conjunto, com quem você é, com quem você ainda pretende ser, com você ao meu lado nessa construção.

Eu me apaixonei por você.
Beijas
♥️
Leia mais

viagem no tempo: 7 séries pra você assistir

Se tem uma coisa que me deixa doidinha é esse trem de viagem no tempo. Adoro ler sobre, ver sobre, escutar sobre.

Pensando nisso, resolvi dar umas dicas de séries que tratam sobre esse tema de uma forma bem diferente e te coloca pra pensar, analisar e, porque não, aprender!

1. El Ministerio del Tiempo (2015 - 2017; três temporadas; 8,3 no IMDb)

"Três pessoas de diferentes séculos são recrutadas por uma organização misteriosa cuja finalidade é garantir que a história da Espanha prossiga como deveria. Um soldado do século XVI, uma estudante universitária do século XIX, e um paramédico do século XXI, cada um traz à mesa talentos indispensáveis e uma coragem compartilhada que os une em uma equipe formidável."

Se você curte história, você vai se apaixonar muito por esta série! Apesar da maioria das histórias se passarem na Espanha, diversos personagens famosos dão a cara nos episódios! Trama boa, atores bons! Pena que foi cancelada =/


2. Doctor Who (2005 - ; onze temporadas; 8,7 no IMDb)
"The Doctor, um Senhor do Tempo da raça cujo planeta natal é Gallifrey, viaja através do tempo e do espaço em sua nave, a TARDIS (um acrônimo para Tempo e Dimensão Relativa no Espaço - Time and Relative Dimension In Space) com numerosos companheiros. De tempos em tempos ele/ela se regenera em uma nova forma."

Clássico nerd, do tipo TEM que ver.

3. Travelers (2016 - ; três temporadas; 8,0 no IMDb)
"Centenas de anos a partir de agora, os últimos seres humanos sobreviventes descobrem os meios de enviar a consciência de volta através do tempo, diretamente para as pessoas no século XXI. Esses viajantes assumem a vida de pessoas aparentemente aleatórias, enquanto secretamente trabalham como equipes para realizar missões a fim de salvar a humanidade de um futuro terrível. Armados apenas com seu conhecimento de história e um arquivo de perfis de mídia social, os viajantes descobrem que as vidas e relacionamentos do século XXI são tão desafiadores quanto suas missões de alto risco."

É legal ver a complexidade dos personagens que, com o futuro, se esqueceram como ser humano pode ser complicado e envolto de emoções!

4. Legends of Tomorrow (2016 - ; quatro temporadas; 6,9 no IMDb)
"Tendo visto o futuro, Rip Hunter tentará desesperadamente impedir que certos eventos aconteçam, viajando no tempo. Ele, então, reúne uma equipe de heróis e vilões para enfrentar uma ameaça impossível de ser parada - não apenas o planeta está em jogo, mas também a nossa linha do tempo."

Eu AMO séries de heróis e curti muito a história dessa série - e os crossovers!

5. Outlander (2014 - ; seis temporadas; 8,5 no IMDb)
"Claire Randall, uma enfermeira de combate, casada, de 1945, é misteriosamente arrastada de volta no tempo para 1743, onde é imediatamente lançada em um mundo desconhecido em que sua vida é ameaçada. Quando ela é forçada a se casar com Jamie Fraser, um jovem guerreiro escocês cavalheiresco e romântico, um relacionamento apaixonado é inflamado e rasga o coração de Claire entre dois homens muito diferentes em duas vidas irreconciliáveis."

Mas nem só de romance intenso esta série é feita! Além da fotografia maravilhosa, Outlander tem uma base histórica sobre as Highlands bem forte e evidente! É bem legal!

6. Being Erica (2009 - 2011; quatro temporadas; 7,5 no IMDb)
"O 'terapeuta', o Dr. Tom é o salvador e pior inimigo de Erica Strange. Erica, uma jovem adulta, está tendo uma vida ruim por causa das más decisões que tomou. Ela, então, fornece ao Dr. Tom uma longa lista daqueles momentos cruciais em sua vida que ela sente que levaram ao mau estado em que ela está hoje. O que ele faz é transportá-la de volta no tempo para cada um desses momentos, para que ela, com todo o conhecimento de sua vida atual, possa tomar melhores decisões para consertar sua vida. Independentemente dessas novas decisões, o Dr. Tom espera que Erica chegue à conclusão de que, embora as opiniões dos outros sobre sua vida realmente importem, é o que ela pensa sobre suas decisões e sobre sua vida que são mais importantes."

Essa série é TÃO maravilhosa, que tem um post todo dela AQUI!

7. Dark (2017 - ; uma temporada; 8,6 no IMDb)
"A história segue quatro famílias diferentes que vivem em uma pequena cidade alemã. Suas vidas tranquilas são completamente atormentadas quando duas crianças desaparecem misteriosamente e os obscuros segredos de suas famílias começam a ser desvendados."

Porém, no meio disso tudo, tem uma linha temporal complicada, mas que vai se desenrolando aos poucos deixando a gente GRUDADO na tela e pensando nessa série por bons dias.

E aí, já sabe qual vai escolher pra maratonar?
Beijas!
Leia mais

7 dicas para evitar a procrastinação

procrastinar
verbo
  1. transitivo direto e intransitivo
    transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar, postergar, protrair.

Ah, a procrastinação! 
Quem aí já não achou uma formiga andando na parede (ao ponto de ficar tirando inúmeras fotos dela) mais interessante do que continuar estudando pra prova do dia seguinte? Quem aí já preferiu assistir "só mais um episódio" daquela série, ao invés de começar aquele freela que precisava de certa urgência? Quem aí já se viu na madrugada a dentro fazendo algo de última hora simplesmente porque foi deixando "pra amanhã"?

Eu sou essa pessoa. Ainda mais por funcionar muito bem sob pressão, acabo deixando TUDO pra última hora. Mas, te falo, isso não é legal. O corpo não curte, a mente não fica bacana e a sua rotina desmorona - e algumas vezes a gente tem que deixar de fazer algo só pra dar conta daquele trem atrasado porque ficou procrastinando enquanto podia já ter resolvido.

Procrastinar não é uma coisa sábia. Pensando nisso, pedi @s mig@s do DPD dicas do que fazer para evitar que essa palavrinha tome conta da nossa vida.

1 - "Eu faço um check list de tudo que preciso fazer no dia seguinte e conforme eu finalize a tarefa, eu risco da agenda. Dá uma paz tão grande quando está tudo riscado." - Ana Clara

2 - "Lista de objetivos, check list." - Rafa Welter

3 - "Planejar o dia logo cedo ou no dia anterior...e executar." - Caio Luiz

4 - "Espalho bilhetes pela casa, me lembrando que apenas eu sou a responsável pelo meu sucesso. E o namorado lembrando que não chegarei onde quero se eu não me esforçar também ajuda."

5 - "Senta a bunda na cadeira e vai escrever artigo, menina." - Renato, meu coorientador =)

6 - "Deixar tudo pronto, ou seja, rotina. Anoto no papel as atividades de começo, meio e fim. E quando sento para estudar, já deixei tudo pronto. Xixi, garrafinha de água na mesa e sem estar com fome. E também fico longe do celular, que por sinal tirei todos os barulhos." - Aline Francez

7 -
" " - Gislene Silva


Quero saber, já usou alguma dessas técnicas? Tem alguma técnica infalível pra compartilhar com a gente?
Bora tentar ser menos procrastinador na vida?

Beijas!
Leia mais

um dia resolvi cortar as pontinhas

   
Em 2012 comecei um blog chamado Mundo do Salto Alto. Foi um aprendizado e refúgio legal falar sobre o universo feminino: cabelo, beleza, roupas, pitacos e vários looks recheados de salto alto. Com os anos minha vida foi dando uma revirada, minha cabeça, minhas certezas e isso refletiu diretamente no que era postado. De repente me vi escrevendo coisas tão intensas que não se encaixavam num Salto Alto...coisas reais, pés no chão demais. Me vi, então, descendo do Salto Alto e ficando De Pés Descalços.

A vida tem disso, essa coisa linda que são os (re)começos, as fases, as transições. Tudo tem sua beleza peculiar e deve ser vivida da forma mais intensa possível. Aproveitei muito a fase intensa e frenética do Mundo do Salto Alto e tenho aproveitado também a fase da calmaria e tranquilidade dos Pés Descalços.

Curiosamente, a gente acaba externalizando essas transformações e isso é legal. É legal mostrar o que tem dentro de você não só nas atitudes, mas numa forma de se vestir, de se maquiar. Externalizar é um passo crucial na mudança interior. 

E foi assim que veio meu novo corte de cabelo. De um tímido namoro que durou anos, ele de repente chegou arrebatador, transformador e maravilhosamente intenso. Me refez. 

Quando eu me olhava no espelho, percebi que alguma coisa não estava ornando. Custou a cair a ficha, mas percebi que era o cabelo e isso começou a me incomodar profundamente. Sabe aquela pastinha de inspiração que todo dia tem foto adicionada, mas a gente nunca tem coragem de colocar em prática? Inconscientemente a minha pastinha estava recheada de fotos de cortes; um tipo especificamente: o pixie.

Mas era muito curto, era muito ousado, era muita loucura, era muito muito, sabe? E aí percebi que EU estava muito muito: na vida, nas roupas, nos gostos, nas músicas, nas vontades, nos desejos. E meu cabelo também precisava ficar muito muito.

É estranho você se ver e não se enxergar. Eu precisava disso pra completar essa transformação que vinha tendo de uns anos para cá, precisava mostrar quem eu me tornei. Então eu resolvi cortar. Resolvi cortar mesmo rodeada de "e ses". E se eu não gostasse? E se demorasse pra crescer? E se crescesse estranho? E se eu não me acostumasse? E se desse trabalho? E se...mas e se isso fizeesse eu me amar mais? E se eu me apaixonasse pelo corte? E se eu precisasse disso pra me reenxergar? E se me trouxesse exatamente o que (quem) eu estava buscando? E essa última leva de "e ses" foi mais forte. Cortei.


Procurei uma profissional extremamente capacitada para esse trabalho, que ficou super animada com a transformação e que me passou muita confiança, a Rute, do Boaz aqui de BH. Enquanto a tesoura trabalhava eu sorria. Por dentro e por fora. No salão, ouvia uma mistura de "eu não acredito que ela vai cortar isso tudo", "acho lindo, mas não tenho coragem" e "gente, que doida!" enquanto a Rute fazia sua obra de arte no meu cabelo. E aos poucos eu sentia a leveza na alma.

Quando o resultado veio, foi arrebatador. A nuca nua transmitia minha alma aberta e aquela primeira olhada no espelho, de reconhecimento, de se ver além do que estava sendo mostrado, de passar a imagem que representa quem você, de fato, é. E tudo intensificou: minha segurança, minha feminilidade, meu amor próprio, minha alegria, meu sorriso. 




Eu precisava disso. Precisava dessa coragem, dessa doideira, desse desapego pra firmar quem eu sou e quem eu quero continuar sendo.

Como tudo na vida, eu já tinha me preparado pras opiniões alheias não pedidas sobre o meu cabelo. Mas, curiosamente, não teve sequer UMA ÚNICA OPINIÃO CONTRA o corte, muito pelo contrário! Foi uma chuva de elogios e muita gente - até quem eu nunca vi na vida - falando que me via agora. Que meu semblante estava diferente, que o olhar estava iluminado, que eu estava interessante, que rejuvenesci, que eu parecia outra pessoa. Fiquei feliz, pois era exatamente essa a intenção. Acredito que quando a gente se mostra realizada, o mundo vê isso de alguma forma e era assim que me sentia.

Entenda, pra mim não foi apenas um corte de cabelo. Foi a decisão, foi sair da minha zona de conforto, foi vencer traumas meus, foi me enxergar como sou e EU externalizei isso no corte, como finalização desse processo de transformação. Cada um tem o seu, conforme a fase que se encontra. Para cada fase uma transformação; para cada momento uma externalização. Isso que importa, você se ver e se enxergar como quem de fato é usando os meios necessários pra isso.

Já parou pra pensar se você mostra (pra você e pro mundo) quem você é hoje?
Beijas!
Leia mais

meninas de ombros largos: deem uma olhada aqui!

Sabe quando a gente compra uma peça de roupa linda, veste, se olha no espelho e acaba trocando por outra? Sabe quanto isso sempre acontece e com aquela peça que você nunca acha um evento, um momento, uma oportunidade pra usar? Deixa eu te falar: a culpa ão é sua! É da peça que não harmoniza com seu lindo corpo! Cada corpo possui uma silhueta específica e alguns tipos de peças ajudam a harmonizar ou desarmonizar essa silhueta! 

Conheço uma boa quantidade de mulheres que tem ombros largos e quadril mais estreito. Essa silhueta é, geralmente, mais vista no corpo masculino e talvez por isso exista um certo desconforto para algumas mulheres quando alguma peça realça esse tipo de corpo!


Não curto muito a palavra esconder/disfarçar, mas equilibrar. Se tem demais na parte de cima do corpo, é só preencher a parte inferior e assim harmonizar. Aprendi que o cérebro sempre tende a ir pro lado do equilíbrio e isso é automático. Se você tem esse tipo de corpo, com certeza não curte muito mangas ornadas, bufantes e decotes estilo canoa, acertei? Justamente porque sua cabecinha, mesmo que inconscientemente, sem perceber, tende a encontrar a procurar equilíbrio. 

O legal da Consultoria de Imagem é proporcionar às pessoas conhecimento sobre o próprio corpo e os tipos de peças que dão equilíbrio à leitura visual. Se você tem ombros largos e quadril estreito, vai se identificar muito com esse post. Separei aqui dicas ótimas de peças para investir e alguns looks para se inspirar. Vem ver:
Chame atenção para a parte de baixo do corpo. Tecidos armados, saias evasês e nesgadas, peplum - esse babado na altura do quadril - dão a ilusão de um quadril maior. Opte por blusas com mangas simples e regatas com a alça mais grossa. A blusa amarrada na cintura, além de deixar o visual super descolado, aumenta o quadril, trazendo equilíbrio para o look.
Vestidos com alças largas e quadril super volumoso e calças estilo cenoura ou com amarrações no quadril - como lenços - auxiliam no equilíbrio visual. Evite colares demais e abuse de pulseiras e anéis, pois chamam atenção para baixo e tiram o foco do tronco, da parte de cima do corpo.
Calças que chamem atenção pra baixo, como flare e bootcut são ótimas pedidas! Outra opção são calças mais largas, que façam uma linha no corpo, sem marcar a parte de baixo, como a modelagem reta e pantalona! Além disso, ABUSE de estampas! Todas estão liberadas, mas as estampas claras e menores dão a ilusão de aumentar a superfície em que estão, logo, vão te ajudar mais a equilibrar a silhueta!

Evite:

  • Decote canoa
  • Mangas bufantes ou estilo princesa
  • Estampas menores na parte de cima
  • Ombreiras
  • Vestidos e blusinhas com alças finas


Se inspire:











biótipos, triângulo invertido, morfologias mulher, ombros largos, dicas de imagem pessoal, consultoria de imagem, style statement, valorização, padrão floral, riscas verticais e horizontais,  pregas e franzidos, saia balão, cores mates, anca estreita, equilibrar a silhueta, blog de moda portugal, blogues de moda portugueses

Resultado de imagem para ombro largo


Beijas!
Leia mais

guia de calçados masculinos

Bom dia, boy magia versão 2018! Hoje vou atualizar um post que fez o maior sucesso na época que fiz (2015!), quando este site ainda era o Mundo do Salto Alto. 

Você adora sapatos, mas não sabe como usar, como combinar, qual o nome deles na hora de perguntar um vendedor na loja? Então, chega mais!


Existem vários modelos, cores, acabamentos e materiais que fazem um calçado ser formal ou mais informal e eu separei alguns dos mais conhecidos e usados pelo universo masculino.

Social (clássico) - sapatos com solado de couro
Para trabalhar e eventos formais


Oxford
Dos sapatos formais, o Oxford está no topo! Ele se diferencia dos outros por não ter aba no cadarço; este é colocado no próprio sapato. Ganhou esse nome por ter virado febre entre os estudantes da Universidade de Oxford. Com o tempo foi ganhando as ruas e saindo do tradicionalismo.



tumblr_mstl68AIam1qb6rk6o1_500



Sole.Similar look: Paul Smith Isaac Leather Oxford Shoe.

Derby
O Derby é aquele que tenho certeza que você tem um em casa e não sabe. Geralmente são sapatos feitos em couro, muito usados com ternos. Porém o material com o qual é confeccionado ou até a própria cor do calçado pode levá-lo a sair um pouco desse padrão clássico, dando uma passeada na informalidade. Se diferencia do Oxford pela aba no cadarço. 

Como usar? 

- você pode usá-lo da forma que a maioria usa, em looks clássicos, com terno, camisa social e gravata, #partiucasamento #partiuformatura #partiueventoformalqualquer
- OU você pode usá-lo pra dar um toque clássico num look mais informal.

Derby formal

Derby formal

Derby dando uma formalidade num look mais informal  (seja usando o Derby formal ou o Derby informal, tá? Claro que o Derby informal vai dar um ar maior de informalidade ao seu look, mas tudo depende da imagem que você quer passar!)






Brogue
O brogue é uma "adaptação" do Derby. Se diferencia por ter esse "M" desenhado na ponteiradando um charme maravilhoso ao calçado.


Monk
Este modelo tem como característica uma fivela lateral. Quando tem duas é chamado de double monk. É um sapato social, mas que dá aquela pitada de originalidade na composição de um look.

Blog

Look masculino usando sapato do estilo Monk Strap.

Look social estiloso, usando sapato do estilo Monk Strap.

Conheça o sapato que virou tendência nos dias atuais, o "Monk Strap".

The boy next door! All set for your first interview. Remember to put on your double monk strap shoes.

Tendência: Monk Strap, o sapato da vez!

(de todos, é meu preferido! Acho chique, acho que sai da mesmice, acho que mostra personalidade!)



Informal (moderno) - calçados em couro com o solado de borracha
Para finais de semana, eventos informais

Mocassim ou Loafer
O mocassim se caracteriza por não ter fivela e nem cadarço. É esse sapato de "só enfiar o pé", sabe? Pode ser feito em couro ou em material mais informal, como o nobuck, que leva à semi formalidade.
Salvatore Ferragamo / Giostra Suede Loafer, Navy / Achieve a look of classic, instantly recognizable luxury with the Salvatore Ferragamo Giostra suede loafer.

Free shipping and returns on ECCO 'Classic Moc II' Venetian Loafer (Men) at Nordstrom.com. Supple leather construction enriches a versatile loafer with casual charm.

good color and style for no-laces style shoe I want loafer or driver

J.Crew men's short sleeve shirt, 484 Irish linen-cotton pant, ribbed cotton belt, and Ludlow penny loafer shoes.

Learn to Go sockless with confidence ! Cause going sans socks is the new cool !

Learn how to style your loafers the right way!

A simple striped J.Crew button-down... and a fun perry of penny loafers. See more on the blog, http://www.fashables.com/mens-fashion-two-summer-favorites.

Calça Sarja Masculina HQSC 5


Dockside (boat shoes)
O dockside é um calçado social, mas que leva à semi formalidade. São mocassins de cadarço. Sua variedade de cores lhe confere um aspecto mais despojado no look, mas sem sair do clássico.

Gray sweater, slate shorts and cream / white canvas boat shoes

#summer #dockside #hat

Calça de Sarja. Macho Moda - Blog de Moda Masculina: CALÇA DE SARJA MASCULINA: Como Usar e Onde Encontrar? Roupa de Homem, Moda para Homens, Suéter Listrado, Calça de Sarja Masculina Marrom, Vans Dockside Azul

É possível trabalhar de bermuda? | Minha roupa diz #7


Slip On
Assim como o loafer, este calçado também é só de enfiar o pé, mas se diferencia por ter esses elásticos laterais que dão mais conforto e se adaptam melhor ao pé. É ótimo para ocasiões que não exijam tanta formalidade, mas que é preciso estar com um visual mais alinhado.



VANS - Slip on preto classic

Shorts & Slipons by men at holidays

smart and casual outfit paired with brown leather slip on sneaker

all black outfit - plain black tshirt, black chinos and black leather slip on sneakers

slip on outfit paired with a sports blazer & denim

Funk up your formal look a stunning pair for silver slip on sneaker

formal shorts & suit with slip on shoes men

BÔNUS: Botas

Botas formais - cabedal (parte superior do calçado) de couro, solado de couro, cadarço fino (se tiver) e bico alongado.




Botas informais - cabedal (parte superior do calçado) de materiais variados como nobuck e camurça, solado de borracha, cadarço mais grosso. Resumindo: quanto mais detalhe na bota, mais informal ela fica.



Resultado de imagem para bota derby solado de borracha

Dress Boots (formal)
Parecem com os sapatos sociais vistos anteriormente, mas disfarçados de botas. O tamanho do cabedal pode variar e podem não ter amarração - que é o caso da dress boot semelhante ao Monk. O solado é de couro,  mesmo aparecendo variações coloridas. 


Quais São os Tipos de Botas Masculinas? - Dress boots ou bota social

Product Image, click to zoom

O Melhor Blog de Moda Masculina do Brasil.

Bota monk com calça de alfaiataria

Bota derby com calça de alfaiataria

Bota Oxford e calça tweed

Chelsea Boots (formal e informal)
Tem um visual não tão formal enfatizado pela faixa elástica na lateral. Assim como outros calçados sociais, quando feita de material mais casual como o nobuck, pesa pra informalidade. 


Bota Chelsea marrom com costume

Comprar ropa de este look:  https://lookastic.es/moda-hombre/looks/blazer-gris-oscuro-jersey-de-cuello-alto-negro-vaqueros-pitillo-negros-botines-chelsea-negros/4974  — Jersey de Cuello Alto Negro  — Blazer Gris Oscuro  — Vaqueros Pitillo Negros  — Botines Chelsea de Cuero Negros

Minhas idéias

O Melhor Blog de Moda Masculina do Brasil.

(informalidade)
BLACK

Men's Large Vintage Leather Duffle Bag

7 Peças Masculinas Subestimadas Pelos Brasileiros - Botas Chelsea

Derby Boots (formal e informal)
Acredito que esse modelo seja o mais escolhido quando um cara quer comprar uma bota! O modelo é como se fosse um calçado derby disfarçado de bota, mas com algumas ressalvas que não coloca ele no meio das dress boots: solado costuma ser de borracha, os cadarços são mais grossos e ilhoses maiores, cores mais variadas.
Resultado de imagem para bota derby couro
Resultado de imagem para bota derby couro









Resultado de imagem para bota derby couro




Shop this look on Lookastic:  https://lookastic.com/men/looks/denim-shirt-jeans-derby-shoes-hat-sunglasses-watch/6126  — Brown Wool Hat  — Black Sunglasses  — Black Jeans  — Brown Leather Derby Shoes  — Dark Brown Watch  — Navy Denim Shirt

MALE MODELS IN THE STREET


Chukka e Desert Boots (calçado semi-formal)
Ambas são bem parecidas, mas pequenos detalhes as diferenciam. A Chukka Boot está no meio do formal e informal, os cadarços são mais finos, tem no máximo três ilhoses em cada aba, cabedal pode ser de couro, nobuck ou camurça e o solado é de couro ou borracha. As cores estão entre as variações do preto ou marrom. É ideal para quem quer um calçado mais informal, mas sem deixar o estilo clássico de lado. 


1901+'Canyon'+Chukka+Boot+(Men)+available+at+#Nordstrom
chukka_boots_destaque

The chukka for a new generation. Blending classic British style with our own American aesthetic to be more durable and versatile. This is a chukka that can live up to the demands of long days year round.

A Desert Boot pesa mais pro informal, os cadarços são mais grossos, pode ter até quatro ilhoses em cada aba, cabedal mais tradicional é em nobuck ou camurça e o solado é de crepe ou borracha. As cores estão entre as variações do preto ou marrom. Além disso, tem uma costura dupla aparente bem destacada e o cadarço tende a ficar mais próximo do peito do pé.


desert_boots_destaque

Clarks Desert Boots are forever fresh. I'm still stuck on this gorgeous blue pair.

Wicked sharp detail stitch on the knee and some rad boots. @clarksusa @AllSaintsShop #menswear

mph inspiração- meias coloridas (11)

Coturno (informal)
O coturno é de origem militar e diferentemente da bota derby, apresenta um aspecto mais grosseiro, sabe? As principais características são o solado grande e grosso, cabedal de couro ou camurça, materiais super resistentes e cadarço grosso.


Camiseta em degradê + camisa jenas na cintura + calça rasgada + coturno. Fórmula de um look certeiro. Ma dúvida do que usar? Use este!

O Melhor Blog de Moda Masculina do Brasil.

Outfits & Style Tips: Justin Theroux Black and Gray

Coturno estilo casual

Aprendeu? 
Leia mais
Postagens mais antigas Página inicial
"Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira." Cecília Meireles

© Copyright de pés descalços